Pular para o conteúdo

O que é Lipedema?

O lipedema é uma doença crônica do tecido conjuntivo frouxo, especificamente do tecido adiposo (gordura), caracterizada pelo acúmulo desproporcional de gordura nas pernas. Essa gordura é resistente a dietas e exercícios físicos, especialmente quando comparada à gordura do tronco. Mesmo com a dieta e exercício, essa gordura persiste, ao contrário de gordura do peito, costas e abdômen.

Características do Lipedema

      
  • Braços afetados: Em até 50% dos casos, o lipedema também afeta os braços.
  • Prevalência: Atinge cerca de 10% das mulheres, surgindo em fases típicas de alteração dos níveis de estrogênio, com puberdade, gravidez ou menopausa. É raro em h0mens.

  • Confusão com outras condições: O lipedema é frequentemente confundido com obesidade e celulite e pode ser progressivo.
  • Desconforto nas pernas: Pacientes com lipedema relatam desconforto nas pernas, descrito como dor, ardência, latejamento ou sensação de peso. Pode ou não haver dor à palpação.
  • Histórico familiar: É comum haver casos de mulheres com pernas grossas na família.
  • Equimoses espontâneas: O aparecimento de equimoses (roxos) espontâneos é comumente relatado. 

Você tem mais de 2 desses sintomas? Pode ser um indício de lipedema.

Para um diagnóstico preciso, é essencial investigar o histórico do paciente e realizar um exame físico detalhado.
Nos estágios iniciais ou quando há obesidade associada, o diagnóstico pode ser mais difícil.

Conheça nossa médica especialista em Lipedema:

Dra. Lyvia Salem

CRM/SP 160.334 | RQE 82.140
"Após 12 anos de formação dentro da Medicina, descobri o lipedema na internet! Qual não foi minha surpresa ao conseguir encaixar tudo que senti  durante toda a vida numa única palavra! Uma mistura de alívio por saber que não era culpa minha e ao mesmo tempo medo de uma possível progressão. Mergulhei fundo no estudo da doença e devorei absolutamente toda a literatura científica sobre o tema!"
Dra Lyvia

Qual o tratamento para lipedema?

O tratamento conservador inclui:

- Dieta anti-inflamatória;

- Uso de meias de compressão;

- Exercícios físicos;

- Drenagem linfática manual.
 
 

Outras abordagens incluem tecnologias para tratar a fibrose do tecido, melhorar a pele da região afetada e aliviar os sintomas, além da liberação miofascial (terapia manual que previne lesões e alivia dores). O tratamento cirúrgico, como a lipoaspiração, é atualmente o único método eficaz para remover o tecido doente.

Saiba mais sobre nossos Protocolos e como eles podem ajudar você a controlar o lipedema.

 

 

 

 

 

Dra Lyvia explica
um pouco mais
sobre essa condição